Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Isto É Peanurs

Uma esmola para o Talisca

Até os menos interessados na bola já se devem ter percebido do drama que anda pelo ar à custa do jogo de ontem. Honestamente, a única coisa que me chateia verdadeiramente são os dois pontos perdidos pelo Benfica no jogo teoricamente mais fraco desta fase de grupo da Champions, mas a comunicação social insiste em focar as declarações do Talisca no fim do jogo.

 

Para os menos informados, permitam-me o esclarecimento: Talisca foi jogador do Benfica até à época passada. Chegou e começou a marcar golos até mais não mas rapidamente se percebeu que ele não era assim tão bom. Foi para o banco e de vez em quando era-lhe dada a titularidade. Era pior que jogar com 10. Entretanto especializou-se nos livres. Esta época foi emprestado ao Besiktas. Ele diz que nunca quis sair e o presidente do Benfica diz que ele queria sair por dinheiro. Quem é que tem razão? Nunca saberemos.

 

O que se passou ontem foi que, além de ter marcado de livre depois de uma mão na bola do Celis (que tem o QI inferior ao dos concorrentes da Casa dos Segredos) e ter festejado como se não estivesse perante os adeptos que muitas vezes o aplaudiram mesmo que ele não soubesse fazer um passe, ainda foi dizer que o Benfica não lhe pagou o ordenado. Se não o fez, devia fazê-lo (e aqui ninguém sabe se é ou não verdade), o problema está na forma como ele disse as coisas. Primeiro porque uma flash interview da Champions não é o momento para se falar nisto mas sim no que se passou dentro de campo. Se queria falar nisto tinha contactado o CM que teria certamente todo o gosto em fazer disto notícia de capa. E depois porque meter a filha ao barulho faz dele um coitadinho que é coisa que alguém que recebe 1 milhão e meio por ano não é.

 

Diz ele que a filha tinha nascido há seis dias e o Benfica pagou a toda a gente menos a ele. Coitadinho. A filha certamente estará a passar fome. Se calhar o dinheiro não deu para meter gasóleo no Porsche. Até me fez lembrar aquela vez em que o Cavaco se queixou que era complicado viver com a reforma dele. Como acredito que não seja fácil criar uma filha com poucos milhares de euros, peço a todos vós que estão a ler isto que apelem à vossa veia solidária e contribuam para as fraldas da miúda. Se alguém me arranjar o NIB do Talisca vou já tratar de fazer uma transferência.